20/03/2019

"Os Lusíadas" na Figuração de Levi Guerra visitada pelo AEJM


No dia 8 de março foi inaugurada, na Sala Multiusos do Centro Cultural de Chaves, a Exposição "Os Lusíadas" na Figuração de Levi Guerra, organizada pelo GTBEC, em colaboração com o Município.
Esta exposição de pintura estará patente ao público até ao dia 29 de março e apresenta, em dez quadros, a figuração pictórica desta jóia da Literatura Portuguesa, numa subtil representação do imaginário quinhentista. Contempla ainda dois outros quadros: um que é o retrato de Luís Vaz de Camões e outro o auto-retrato do autor.   

Cada agrupamento de escolas organizou-se, no sentido de levar todos os alunos que frequentam os nono e décimo anos a visitar a exposição. Para tal, fez-se uma calendarização das turmas de cada agrupamento, distribuídas pelas 3 semanas em que a exposição estará em Chaves.

Na semana de 11 a 15 de março, realizaram-se as visitas do AEJM e os oito docentes de Português que lecionam os anos de escolaridade acima referidos acompanharam os seus alunos e leram juntos os Lusíadas nas obras expostas. Todas as turmas, 9 de nono ano e 6 de décimo ano, puderam apreciar os quadros e descobrir na pintura as estâncias estudadas em Português. 

Os envolvidos na atividade consideraram a exposição interessante e vantajosa, dado ser uma ampliação do trabalho desenvolvido em sala de aula e possibilitar uma leitura diferente e individual de "Os Lusíadas" a cada um dos visitantes.


Dia Internacional dos Direitos das Mulheres


No dia 7 de março, Portugal mobilizou-se contra a violência doméstica, cumprindo um dia de luto nacional em memória das vítimas, dada a sucessão de casos que este ano já resultou em várias mortes.
Esta medida, determinada pelo Governo, antecedeu as celebrações do Dia Internacional dos Direitos das Mulheres (8 de março), para o qual estavam previstas manifestações e outras iniciativas em todo o país.
A palavra de ordem é “Basta”!

A biblioteca Escolar da Escola Nadir Afonso e um grupo de alunas do 6º C, não quiseram deixar passar este dia e decidiram ser solidárias com esta causa, apresentando uma pequena dramatização que teve lugar na sala dos professores, durante o primeiro intervalo da manhã.

No final, todas as mulheres da escola tiveram direito a uma pequena lembrança.


13/03/2019

Miúdos a votos: quais os livros mais fixes?


A Rede de Bibliotecas Escolares e a VISÃO Júnior voltaram  a organizar a eleição dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses.
O processo de votação é semelhante ao de umas eleições políticas, promovendo simultaneamente a leitura e a cidadania.
Até ao momento já decorreu o recenseamento e  apresentação de candidaturas dos livros. Presentemente decorre a campanha eleitoral.
São quatro os livros escolhidos pelos alunos das turmas do 3,º A, 3.ºB, 4.ºC, 4.º D e 4.º E da  Escola Básica de Santa Cruz/Trindade,  que este ano vão disputar as eleições do próximo dia 15 de março, 

A4 -A fada Oriana
A7  -O gigante egoísta/O príncipe feliz
A8 -A girafa que comia estrelas
A18 -O tubarão na banheira

Para tal, os alunos envolveram-se afincadamente na campanha eleitoral, cuja preparação já começou em dezembro,  com a elaboração de material de propaganda e  cartazes.


Afixação de cartazes e  distribuição do material, durante os intervalos, pelos potenciais eleitores.


Calendarização das sessões de debates e comício no polivalente.



27/02/2019

XLI Encontro de Leitura


Alegria  foi o tema do nosso último Encontro de Leitura, realizado no dia 22 de fevereiro, na EBSCT e sugerido pelo Departamento do 1.º CEB.
O tema era sinónimo de boa disposição, jovialidade, regozijo, contentamento e foi isso  que se  sentiu ao longo do serão.
Partilharam-se leituras divertidas, sérias e profundas, com pais, familiares e  amigos. 
O entusiamo de ler, alguns  pela primeira vez, contagiou todos os participantes, num expressivo e assinalável número de leitores.
Registámos, com muita alegria, que os momentos musicais proporcionaram um estado agradável de bem-estar físico e emocional, saindo fortalecidos os laços familiares.
Não podemos deixar de mencionar as encenações, com base em textos literários, evidenciando-se  a mímica,   a oralidade e dramatização, estimulantes naturais da criatividade e do convívio social.
O já habitual “fim de festa” constou, como sempre, de um delicioso bolo, um reconfortante chá e um saudável convívio.
Obrigada a todos os participantes pelo empenho, pela presença e pela alegria contagiante!



26/02/2019

Os Afetos na EBSCT

Os afetos, segundo alguns autores, são sentimentos de amizade, carinho e afeição. Quando pensamos em afeto, pensamos em cuidado, aceitação, acolhimento e afago.
Foram estes os conceitos veiculados pelas enfermeiras da  UCC Chaves 1 – ACES Alto Tâmega e Barroso, às crianças do pré-escolar e do 2.º ano de escolaridade da EBSCT,  em 4 sessões realizadas entre o dia 18 e 22  de fevereiro.
Através da apresentação de imagens em power-point e da realização de um jogo interativo, durante o qual todos foram convidados a dar um abraço a um colega e a trocar com ele um galhardete em forma de coração, os alunos, um a um, foram  interiorizando a mensagem.
De salientar que como “pano de fundo” esteve um enorme painel, também em forma de coração, decorado por todos os intervenientes.
No final cantaram a canção Adivinha O Quanto Gosto De Ti,  de André Sardet e viram o filme Amizades Trocadas.
Agradecemos a todos o empenho e participação nesta atividade.


25/02/2019

Leituras de afetos no Hotel Geriátrico


Na terça-feira, dia 19 de fevereiro, foi a primeira visita da turma C do 10.º ano à instituição nossa parceira, o Hotel Geriátrico de Chaves.

Acompanhados pela docente de Português, prof.ª Leticia Sousa, os mais jovens prepararam-se com leituras de afetos, tema aprovado previamente pelos leitores das várias idades.


Tal como tem acontecido nas nossas idas ao Hotel Geriátrico, também os menos jovens tinham organizado a sua participação e leram vários poemas muito interessantes sobre o amor e a amizade.
Terminados os textos, houve lugar à música. Os alunos e professora escolheram canções que todos puderam cantar, formando um coro grande e muito afinado.



Tal como a leitura, também a música desencadeia respostas fantásticas e foi assim que os nossos alunos obtiveram dos mais velhos informação privilegiada sobre os hábitos e costumes do antigamente, numa conversa muito próxima e com muitas gargalhadas à mistura. 
 
Esta relação com os utentes do Hotel Geriátrico é de longa data e as pessoas são tão acolhedores e deixam-nos tão à-vontade que várias alunas se juntaram à mesa de trabalhos e, enquanto conversavam, ajudaram na preparação dos adereços para a festa de carnaval.

Muito obrigada ao Hotel Geriátrico por nos abrir as suas portas, mais uma vez, e já ficou agendada nova tarde de leituras para o dia 2 de abril.  
Até lá, boas leituras!